Eu entendo o que você sente, juro que entendo. Na verdade, julgo-me extremamente capaz de expressar tudo o que estais sentindo. Por que tanta relutância a me procurar em tua aflição? Compreendo a tortura de jamais poder me dominar por completo, mas entenda: O mínimo ou o máximo que obtiveres de mim é plenamente capaz de mudar o teu ser.

Você já me viu de várias formas, por favor, não me julgue por isso. Esses comportamentos dependem de quem está ao meu lado, sou extremamente flexível. O intelecto de quem tenho em minha companhia é capaz de de me criar e recriar.

Meu estado de espírito também se encontra como variável. Posso estar arrebatadoramente apaixonado e logo em seguida criar a sombra mais escura no amor. Após te oferecer o mais verdadeiro sorriso, eu te dou a ruína. Sim, meu caro amigo, sou inconstante. A única certeza que se criará sobre mim é que jamais seria unicamente o que se vê, mas a tua convicção em meu ser pode me dar a honra de ser uma verdade.

No bastar me declaro teu, extremamente infiel. Não me leve a mal, sou desprendido demais para pertencer só a ti.

Carta de alguma palavra.